segunda-feira, 29 de abril de 2013

Algumas considerações


A Literatura chinesa passou por um grande período de ostracismo, na época de Mao, porque somente era admitida a publicação de loas ao Governo (notícias favoráveis e elogiosas) e de doutrinação (interessante notar que os que se dizem contra o capitalismo não permitem nenhuma liberdade de pensamento e de imprensa; é o exemplo de Cuba, Bolívia, Irã, Síria, Coreia do Norte e outros - mas deixemos de lado tais considerações). Como explanava a Literatura chinesa, apesar de rica e com inspirados autores, viu-se posta à margem das relaações sociais e políticas, salvo se o escritor resolvesse elogiar o governo e promover o convencimento de que as coisas andavam como deviam andar. A literatura estrangeira (Kafka, Garcia Marquez e outros) entrava clandestinamente, sem poder de influenciar os jovens.
Pois bem, apesar de tudo isso, muitos autores chineses são atualmente editados e seus romances e contos correm o mundo, chegando ao Prêmio Nobel, em 2000, com Gao Xingjian, "Montanha da Alma", (traduzido no Brasil, pela Alfaguara).
Incrível que o Brasil, embora tenha uma literatura pujante e grandes escritores (Machado de Assis, Guimarães Rosa, Ligia fagundes Telles, Vinicius de Moraes, Drummond, Clarice Linspector, Rachel de Queiroz), nunca tenha alçado a este patamar literário..! Independentemente da política que permeia qualquer premiação, é certo que a grande maioria dos vencedores literários, aconsagrados pelo referido Prêmio, se não foram os melhores de sua época, provavelmente foram escritores de ponta. A verdade é que, nossos romancistas, poetas, contistas, cronistas, novelistas) ainda são desconhecidos do grande público; talvez, até do publico interno..! Um povo que não está acostumado a ler, também não está acostumado a criar. Temos bons criadores, mas em número reduzido. Agora, na era da internet, do aiped e do celular, a tendência é a de ler cada vez menos. Há uma procura pela leiteratura fácil, mastigável, sem cor definida, simples, objetiva, prática (auto-ajuda). O escritor brasileiro que mais vende na atualidade é, sem dúvida, Paulo Coelho. Encontrei um livro dele ( o título não me lembro) em uma livraria na Holanda..! Todos que escrevem merecem meu apreço......
Vamos ficar, por enquanto, com um poeta chinês, Li Po, também singelo, antigo, não midiático:

"Garça branca"

"Esse grande floco de neve
é uma garça branca que acaba de pousar no lago azul.
Imóvel, na extremidade de um banco de areia,
a garça branca
observa o inverno."

Carlos Roberto Husek.

  
 

Um comentário:

  1. O gosto pela fast literatura preocupa e assusta. O que fazer?

    ResponderExcluir